Segunda-feira, 23 de Outubro de 2006

SOPA DE LEGUMES

Hoje é novamente um dia de regresso à blogosfera. Eu sei que já disse isto antes mas acreditem que agora é mesmo a sério. Aliás, basta repararem na maneira como eu escrevi que estou mesmo de regresso. Sim, eu não me limitei a dizer que regressei à blogosfera. Eu admiti, peremptoriamente, que estou de regresso à blogosfera. O que é bem diferente do que dizer pura e simplesmente que regressei à blogosfera. Isto que fique bem esclarecido pois eu não ando aqui a dizer que voltei à blogosfera por dá cá aquela palha e não sei quê... Estou de pedra e cal e, cá está outra de vez, de regresso à blogosfera. Viram a diferença? Ah pois é, eu cá não brinco com coisas sérias! Bom, agora vou esclarecer também porque raio disse no último post que tinha regressado à blogosfera mas afinal isso não chegou a acontecer. A explicação é simples: além de não ter escrito que estava de regresso à blogosfera com a mesma convicção com que o fiz ainda agora, e o qual ficou inequivocamente provado, houveram também factores alheios à minha vontade de regressar mesmo à blogosfera como disse no passado mês de Setembro. Ora, esta impossibilidade foi da responsabilidade de certas mulheres. Reparem que eu não disse uma mulher mas sim as mulheres, no plural, como podem reparar pelas duas letras que eu acrescentei à palavra mulher. Além de que eu também não disse as mulheres mas, ao invés, certas mulheres. O que prova que eu sei de que mulheres estou a falar pois na verdade foi com estas mulheres com que eu me cruzei e pelas quais fui impossibilitado de regressar à blogosfera como tinha dito que o fazia mas acabei por não o fazer. Comigo é assim, tudo muito bem explicadinho para que não surjam dúvidas que possam atentar ao meu bom-nome mesmo que para muita gente o meu nome não tenha nada de bom. Sim, de facto certas mulheres, cá estão elas, impediram-me de ter tempo para publicar neste blog e consumar o tal regresso à blogosfera que anteriormente mencionei e até expliquei. Não sei porquê, ou por qual fenómeno, me vi envolvido com tantas mulheres nestes último meses. Para que lado fosse, lá estava uma mulher, se descia lá estava outra, se subia dava de caras com mais uma mulher... Enfim, eram mesmo várias mulheres à minha volta, ou como eu sabiamente as apelidei de imediato: certas mulheres. E certas mulheres porquê? É simples: porque só mesmo certas mulheres me poderiam rodear. E eu quando digo rodear, não me estou a referir ao facto destas mulheres se disporem em circulo à minha volta tipo o jogo da cabra-cega... Elas não só me rodeavam como também me apertavam contra certas partes dos seus corpos, umas contra as outras e eu contra todas. Bem comparado, era um pouco como aquela música do Paulo de Carvalho. Lá estavam aquelas meninas à minha volta, deixando o meu corpo a arder, tal e qual uma fogueira. Apesar de parecer que dá para perceber o que eu quero dizer, vai-se a ver e não dá. Sim, porque eu sei que as Vossas mentes pecaminosas julgam que eu passei estes dois últimos meses envolvido em grandes bacanais de sexo com várias mulheres ao mesmo tempo... Mas não, nada disso. Até porque, eu sou um fulano com uma elevada moral devido à minha vasta educação religiosa. Sim, eu não ando por aí embrulhado com várias mulheres só porque estas decidem rodear-me como quem quer mesmo a coisa. Nos meus tempos de catequese, aprendi que devemos somente fazer sexo com as mulheres que amamos e nada mais do que isso. Logo, todo o bom católico solteiro pratica a masturbação. Porém, eu apenas fui um católico devoto durante a minha puberdade, embora ainda mantenha alguns desses valores sempre que o jejum assim o exige. De realçar, portanto, a diferença entre eu dizer que fui rodeado por certas mulheres e não por quaisquer mulheres. Sim, porque não são quaisquer mulheres que me rodeiam, de tal forma, que me impossibilitam de regressar à blogosfera e de faltar com a minha palavra. Têm que ser mesmo certas mulheres. Obrigado.

chavascado por suinoecultura às 00:00

VER BOLOTA | DEIXAR BOLOTA | COLHER BOLOTA
7 comentários:
De Manefta a 26 de Outubro de 2006 às 14:36
A ver se alguém estreia isto, que tá mto parado. E não é para menos, este seu regresso foi mto fraquinho. Foi sim senhor!! Ah e tal certas mulheres....muito menos lol Mas deu para me rir. Também pode dizer certas E determinadas mulheres, mais uma vez no plural, note-se....e também fica piroso loool
Apertavam partes do corpo contra si looool homem foi a pior definição de murro, que alguma vez vi loool
Mas acho que faz bem, em querer tudo muito explicadinho...é que às vezes a lebre sai gato, e um gajo se se deixa andar de mão em mão, as tantas deixa de saber o que anda ali a fazer...sei como é lol Eu pelo menos sei sempre como é lool já aproveitava esta minha sapiencia para algo util, que não comentá-lo lol mas que fazer se gosto de cá vir?!
E só copula com meninas que ama é? looool Isso é do mais fofo e querido que pode haver, quase comovente. Se bem que, quem brinca com o amor, ama a brincar. Bem sei, bem sei, que é rosa, que tem essa cara de amassem-me-as-orelhas-ó-faxavore, mas agora que sei que é um menino cheio de moralidades loool vou faze-lo rezar loooooool isto era o que eu diria pronto, mas não é o que vou fazer lol até pk, tb eu, sou meçoila muito formada sabe. Embora não pareça.
Às vezes parece que dá para perceber o que dizemos, vai-se a ver e não dava...é a história da minha vida e a culpa é só minha. Podia dizer que é de certas pessoas...mas não, porque fui eu que deixei. Deixei o kê? Sei lá homem...Não sei de que estamos a falar, desde que disse que isto tava fraquinho lol

Pronto venha na hora que quiser, só é pena se vem e eu sai, mas deixe recado, que a minha assistente é amorosa o suficiente lool mais uma vez não sei do que falo. Lá está lol

Um beijo sor caro Suino, fique bem, que eu também estou.


Manefta
De Ari a 26 de Outubro de 2006 às 22:09
um texto com a qualidade a que já nos habituaste.

Mas para falar a verdade não fiquei muito esclarecida...

ok ok eu sei que tambem, não era para ficar.

Espero é que não encontres mais mulheres que te agarrem e não te deixem vir aqui, já tinha saudades de te ler.

um beijinho
De tron a 28 de Outubro de 2006 às 01:21
quando usares a vara, usa protecção com sabores[:D
De boa vara a 28 de Outubro de 2006 às 02:25
manefta! manefta! ( isto deve ser dito à avenida da liberdade lá pelos idos de 75)

fraquinho. muito fraquinho. mais valia teres estado quieto.iu5bz
De helluah a 28 de Outubro de 2006 às 09:40
ta... ok... estas de regresso ah blogosfera... ok...
De Elsita a 28 de Outubro de 2006 às 14:27
Lé frunhi um pouquinho por aqui!!Agora vou comer mais umas bolotas noutras planícies!Bom fim de semanita e bom regresso. Eu ando sem tempo e sem pc a funcionar a 100%, daí a ausência.
De Arrebenta a 28 de Outubro de 2006 às 14:43
Bem revindo à Blogosfera :-)

TOMA LÁ BOLOTA!

.ÚLTIMAS BOLOTAS

. ARROZ DE MARISCO

. DENTES DE LEITE

. CSI: LAS VEGAS

. SOPA DE LEGUMES

. GEL DE BANHO

. ÓCULOS DE SOL

. TODO SOBRE MI MADRE

. FERRO DE ENGOMAR

. LENÇÓIS DE FLANELA

. COLHER DE PAU

. LA LUNA

. PÓ DE TALCO

. HOMEWORK

. MARTELO DE ORELHAS

. ATÉ ONDE SE PODE IR?

. TALHERES DE PEIXE

. MULHOLLAND DRIVE

. PÃO DE LÓ

. THE QUEEN IS DEAD

. ÓLEO DE CEDRO

. BRINCOS DE CEREJA

. JOÃO DO HAWAII

. PASTEIS DE BACALHAU

. CHINELOS DE QUARTO

.OUTRAS BOLOTAS

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.BOLOTOSFERA